REQUERIMENTO do físico-mor de Angola, Tomé Guerreiro Camacho e Aboim, preso em Luanda, ao rei [D. João V] solicitando que Sua Majestade o honrasse como o rei Assuero honrara [Mordecai], a quem o governador [Hamã] quis matar, queixando-se das diligências e dos crimes que fizeram contra ele o governador Henrique de Figueiredo e Alarcão, com a cumplicidade do sargento José Pereira da Cunha, do ajudante de tenente António da Fonseca Coutinho, do ouvidor-geral Francisco de Santa Bárbara e Moura, dos senadores da câmara Luís Maia de Azevedo e Henrique Vitingão, e também de Manuel Pinto da Costa, José da Rocha Freire e do boticário Pedro Marques; descrevendo os sofrimentos e as vergonhas que padeceu de 1717 a 1721.

Description level
File File
Reference code
PT/AHU/CU/001/0022/02267
Title type
Atribuído
Date range
1721 Date is certain to 1721 Date is certain
Descriptive dates
presumivelmente em São Paulo da Assunção de Luanda
Dimension and support
papel
Physical location
AHU_CU_ANGOLA, Cx. 22, D. 2267
Previous location
AHU-Angola, cx. 21, doc. 64.
Language of the material
português
Location of originals
AHU
Notes
Obs.: no ANTT, no fundo do Tribunal do Santo Ofício, maço 59, existe um requerimento do médico Tomé Guerreiro Camacho e Aboim, e informação de como foi desterrado para Cambambe; no mesmo fundo, subfundo da Inquisição de Lisboa, série Cadernos de ordens do Conselho Geral 1617-1738, livro 156, fl. 1B até ao 50 C existe uma representação de Tomé Guerreiro Camacho de Aboim, físico-mor de Angola, sobre a indevida prisão que sofreu.
Creation date
2/19/2018 6:01:15 PM
Last modification
3/7/2018 12:40:02 PM